Category: Das Artes

0

Diário de Bordo II

No dia em que celebrei o meu segundo Dia do Tradutor como trabalhadora independente a trabalhar a partir de casa, estive de férias. Quis o destino (e talvez um copo a mais na noite anterior)...

0

Burnt – filme cool

Burnt: filme sobre um chef de cozinha arruinado – Bradley Cooper – que decide retomar as rédeas da sua vida. Filme com uma fotografia bonita, com pratos altamente sofisticados e lugares muitos chic –...

0

Bates Motel, vamos?

Inteligente, interessante, criativa, diabólica, divertida e com mais twists do que uma novela mexicana, assim é a minha mais recente descoberta. Bates Motel, se pudesse, passava lá umas semanas no verão. Bastou-me um episódio...

0

As Três Vidas

Há livros e livros,  há autores e autores. Certo dia entrei numa livraria e decidi-me a comprar literatura portuguesa que não fosse José Eduardo Agualusa, Hugo Valter Mãe ou António Lobo Antunes. Tive sorte...

0

Como uma menina

Depois de ler o perfil dos novos ministros do novo governo PS, refleti e decidi que o melhor seria ir pesquisar histórias mais felizes na internet. Sempre atenta à noite de Emmys, fui ver...

0

Before We Go

Já fui mais viciada em cinema. Hoje em dia sou viciada em histórias. Qualquer tipo de histórias: filmes, curtas, séries, jornais, revistas, livros, o que for. Desde que as histórias que me façam viajar,...

0

Obrigada, Courrier Internacional

Em 2004 comecei a comprar esta revista. Fiquei rendida e acompanha-me desde então. Em 2015 continuo a comprar a revista. Jornalismo de qualidade, traduções e adaptações ao Português incomparáveis e sempre atual são a...

O Direito de Não Acabar Um Livro 0

O Direito de Não Acabar Um Livro

Em 2004, a frequentar o primeiro ano de Licenciatura em Línguas Estrangeiras Aplicadas, o professor de Português apresentou-nos Daniel Pennac e os seus Direitos Inalienáveis do Leitor, em Como um Romance. Ficou para sempre...